sexta-feira, 20 de maio de 2011

Resenha: Por Favor Não Deixem a Dor Regressar

Por Favor, Não deixem a dor regressar

Autor: Darlan Hayek Soares
Editora: ArteExpressa 
Páginas: 160
ISBN:
9788562154133
Ano:
2010
Nota:
3/5


Sinopse: O que você faria se encontrasse um campo de concentração nos nossos dias? O que faria se descobrisse que o holocausto pode acontecer novamente? Emocione-se com a história de Joel, um operário que é explorado pelo mesmo homem que por vários anos explorou seu próprio pai. Após perder a mãe vítima de uma doença terminal, Joel é obrigado pelo patrão a fazer uma viagem à capital, para supostamente fazer doações a um orfanato local. Sua vida, porém, começa a mudar quando conhece Brunella, uma das meninas do orfanato. Brunella vê em Joel a figura de um pai. Mas tudo começa a mudar quando Brunella e outras meninas do orfanato são misteriosamente raptadas por um grupo que deixa bilhetes com desenhos de suásticas a cada rapto. Envolvido emocionalmente com a pequena Brunella, Joel procura respostas para o desaparecimento da menina, e, encontra algo além do que poderia imaginar. Um campo de concentração, onde um grupo que defende ideais nazistas mantém prisioneiros crianças e estrangeiros. O que restaria a Joel então? Lutar para tentar impedir que a dor de um passado tão obscuro possa regressar. 




Resenha: A história criada por Darlan é emocionante. Desde o ínicio percebi o teor dramático e o quão poético os trechos do livro são narrados. A trajetória de vida do personagem Joel e sua família é sofrida, triste e cheia de sonhos. O fato de o pai ter tido um sonho que nunca pode realizar, a perda da mãe, um emprego que o desmotiva, são alguns elementos que nos faz identificar com a  nossa vida, quem nunca se sentiu assim?. Um vazio que precisa ser preenchido. 
São poucos os personagens do livro no entanto, resulta em uma descrição maior como características e comportamentos. Achei bem interessante como Darlan consegue descrever seus personagens, principalmente a mãe de Joel e seu pai.
A narrativa do livro na minha opinião deveria ter sido menos formal, a palavras são ditas como se fossem frases feitas, isso dá a impressão que o personagem perde um pouco a sua personalidade com relação as suas falas mas, isso não torna a leitura cansativa e menos interessante, pelo contrário, me instigou ainda mais.
O desenvolvimento da história é bem feito porém, a certas coisas que se perdem no meio do caminho, como se ficassem fios soltos, entretanto são amarrados de forma muito rápida perdendo o teor da emoção em alguns pontos, acredito que o autor deveria terexplorado mais.
O final do livro é impressionante, embora algumas pessoas possam achá-lo intrigante, gostei muito. Pois, sem esse final a mensagem do livro não teria tanta importância. Apesar do livro conter 160 páginas, me prendeu da primeira à última página, em alguns momentos que não me agradaram em relação as falas, porém não perde a qualidade de ser uma linda história sobre dor, sofrimento, tortura, saudade, acima de tudo, coragem.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba as últimas atualizações

Receba as novidades no seu email

Clique e some